celesc

Celesc vence rodeio amistoso de eletricistas

por / No Comments / 306 Visualizações / 4 de novembro de 2014

Com a participação da Copel Distribuição, do Paraná. As duas concessionárias se preparam para o V Rodeio Nacional de Eletricistas em Santos, que será realizado em novembro. A Copel é considerada uma referência, pois esteve entre as três melhores nas duas últimas edições nacionais do evento, tirando 1º e 2º lugares em 2010 (São Paulo), e 2º e 3º lugares em 2012 (Rio de Janeiro).

No amistoso, a equipe Celesc D2 ficou em primeiro lugar e a Celesc teve ainda o melhor resultado em duas provas individuais: na prova de colocação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) com olhos vendados, em que o eletricista Valdemir Beleboni (Celesc/São Miguel do Oeste) confirmou seu favoritismo e ficou em primeiro lugar com tempo de 47 segundos e na prova de Destreza com Bastão, com Gilberto Voitekowski (Celesc/São Bento do Sul) como executor e Alexandro Cerutti (Celesc/Blumenau) como supervisor. Essas duas provas terão premiação no Rodeio Nacional e vão contar para o resultado final de cada concessionária.

Para o coordenador das equipes da Celesc, o técnico Edson Aquino dos Santos, o encontro das concessionárias permitiu conhecer o nível de qualificação da Celesc e rever procedimentos que podem ser aprimorados até o Rodeio Nacional, em Santos.

Na última edição do Rodeio Nacional, realizada em outubro de 2012 no Rio de Janeiro, a Celesc subiu posições no ranking geral, ficando em 6º (equipe D.1) e 14º lugares (equipe D.2), e quatro empregados receberam medalhas pelo excelente desempenho em duas tarefas. Os eletricistas Osdair Colonetti (Itajaí), Marcos Roberto Câmara e Gilberto Perin (Joaçaba), e Valdemir Beleboni (São Miguel do Oeste) foram os destaques individuais do grupo.

As duas duplas tiraram 3º lugar, sendo os dois primeiros na tarefa T2 – Instalação das chaves fusíveis na cruzeta, e a outra dupla na tarefa T5 – retirada dos subconjuntos de aterramento de BT e MT, conexão dos jumpers superiores na MT e fechamento das chaves fusíveis. Participaram do Rodeio 38 equipes de 24 distribuidoras de todo o país e a distribuidora gaúcha RGE ficou em primeiro lugar geral.

RODEIO

O cenário é muito semelhante ao de um rodeio tradicional: a arena, as equipes, a torcida e a fé, demonstrada pela cerimônia em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. A diferença está nos detalhes. Em vez de premiar o peão mais audaz, o prêmio exalta a competência e o empenho do profissional que cumpre rigorosamente todas as regras de segurança ao desenvolver o seu trabalho como eletricista.

Em março de 2012, a diretoria da Celesc instituiu um Programa de Rodeios internos visando consolidar as boas práticas de segurança no trabalho e a padronização dos procedimentos operacionais dos eletricistas. O presidente da Celesc, Cleverson Siewert, destaca a importância dessa iniciativa no contexto corporativo: “O objetivo é promover a segurança, a integração, a valorização dos empregados próprios e terceirizados e a boa imagem corporativa”.

SAIBA MAIS

A origem do Rodeio Nacional no Setor Elétrico brasileiro é 1998, quando a distribuidora mineira CEMIG organizou a primeira edição do gênero e repetiu no ano seguinte. Após quatro anos, em 2005, a Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) criou um grupo de trabalho com representantes de diversas concessionárias, inclusive da Celesc. O objetivo era organizar o 1º Rodeio Nacional de Eletricistas, realizado em Minas Gerais, no ano seguinte. Depois do sucesso do evento, o Rodeio tornou-se tradição no Setor Elétrico, sendo realizado a cada dois anos, juntamente com o Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI). Neste ano, o Rodeio Nacional dos Eletricistas será realizado entre 6 e 9 de novembro, em Santos (SP).

Seu comentário

E-mail (não será publicado)